Atividade física (o bicho pegou)

Fiquei encantado. Fizemos caminhada de costume (com Gilvan Ramos), aqui na cidade de Ariquemes,  Avenida Tancredo Neves, e  fomos andando até o fim dela. Um bom estirão, indo e vindo 10 quilômetros.

Eu sempre exibo nas redes sociais as minhas caminhadas. Não é uma exibição à toa, mas, uma provocação às pessoas para saírem do sedentarismo. Eu iniciei a prática de exercícios físicos aos 28 anos de idade e nunca mais parei. Era um grupo pequeno, contado a dedos na cidade inteira.

Chova ou faça sol.

Meu encantamento foi o de ver tanta gente correndo, caminhando, bicicleteando com “bykes” lindas, sinalizadas, com uniformes coloridos, colantes, capacetes e vão passando e sumindo de vistas.

Um grupo de moças com um personal, correndo em grupo, num ritmo coordenado, com muita personalidade e disciplina.

Claro que não fui eu que promovi esta transformação na cidade, mas, fui um estimulante. A alimentação correta e  o exercício físico são mais valiosos que toneladas de remédios. Houve a comunicação subterrânea, uma mensagem contagiante da psicologia coletiva, mentes compartilhadas em rede, que deu no que deu – o povo na rua, em busca da sua felicidade física e mental.

Parabéns a todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.