Manutenção de cuidados após vacina

Manutenção de cuidados após vacina

100ª Sessão Deliberativa (Semipresencial) da 3ª Sessão Legislativa Ordinária da 56ª Legislatura

O SR. CONFÚCIO MOURA (Bloco Parlamentar Unidos pelo Brasil/MDB – RO. Pela ordem.) – Então, muita saudade daqui do Plenário, há muito mais de ano que eu não entrava aqui. É uma satisfação muito grande encontrar os colegas, que também só via por videoconferência.
Nós, na semana passada, fizemos uma audiência pública com alguns especialistas, Sr. Presidente, para discutir a variante Delta.

Vale a pena chamar a atenção para que a variante Delta, que foi originada na Índia e foi detectada em outubro de 2020, está espalhada em 148 países; a variante Gama, que foi a que surgiu no Brasil, a P1, está em 82 países; a variante africana, da África do Sul, que é a Beta, está em 138 países; e a variante do Reino Unido está em 190 países.

Embora as vacinas sejam muito importantes, elas não são 100% eficazes, e todos nós sabemos disso. Então, não podemos deixar o controle da epidemia, particularmente neste momento grave, apenas por conta das vacinas, até porque nossa cobertura em duas doses ainda está relativamente baixa.

A imunidade de rebanho ou de grupo é quase uma miragem, porque ela é muito difícil de ser alcançada, por vários motivos. Primeiro, porque é uma doença altamente transmissível. Segundo, porque as vacinas protegem pouco contra a infecção. Elas são boas para prevenir a hospitalização e a morte, mas elas continuam permitindo a circulação do vírus. As vacinas são importantes, mas não são perfeitas.

Algumas questões eu considero importantes neste momento, para que a gente consiga superar essa crise sanitária. Primeiro, é importante reduzir a transmissão, fortalecer as estruturas de enfrentamento da pandemia no SUS, particularmente o rastreamento dos casos, os contatos para isolamento e quarentena, quebrar as redes de transmissão, suspensão – ou moratória, vamos chamar assim – emergencial do processo de relaxamento das medidas preventivas populacionais para todos nós.

E muitos de nós vimos, recentemente, a abertura de Belo Horizonte, quando do jogo do Atlético Mineiro e do River Plate, que foi um evento teste em que tudo deu errado: as pessoas estavam sem máscaras, aglomeradas, muito grande… Ou seja: é preciso responsabilidade neste momento. Não é possível abrir tudo de uma só vez, numa situação que pode parecer e pode se desenvolver de forma inadequada e dramática nas próximas semanas ou meses.

Sr. Presidente, eu quero aqui simplificar o meu pronunciamento, dizendo para todos os senhores: mesmo em Israel – mesmo em Israel –, com 80% da população vacinada com duas doses, a variante Gama entrou lá e realmente aumentou o número de mortes, de hospitalizações, de intubação e de ocupação em vagas de UTI. Então, não é brincadeira, a coisa é séria e nós temos que tomar cuidados.

A máscara é imperiosa; os cuidados gerais que todos nós conhecemos são importantes, e dessa forma é que nós vamos convivendo dia a dia com essa pandemia, que nos surpreende a cada momento.

Era só isso, Sr. Presidente. Obrigado.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não pode ser publicado.