A situação da pandemia está fugindo do controle, afirma Confúcio Moura

A situação da pandemia está fugindo do controle, afirma Confúcio Moura

O parlamentar sugere ao Governo Federal que implante campanhas de conscientização da população

Durante a audiência pública da Comissão da Covid-19, desta terça-feira (06), com o secretário especial de Comunicação Social do Ministério das Comunicações, Almirante Flávio Viana, que prestou esclarecimentos das ações publicitárias do Governo sobre o enfrentamento da pandemia causada pelo coronavírus, o senador Confúcio Moura (MDB-RO) disse que a situação da pandemia está fugindo do controle.

Confúcio Moura sugeriu a necessidade da execução de uma campanha de conscientização, como uma mídia de guerra, por parte do Governo Federal para o enfrentamento do coronavírus. “Eu acredito na comunicação, acredito que a comunicação pode ajudar muito a população a contribuir com a redução da transmissibilidade do vírus”, anotou.

O parlamentar pediu mudanças nos rumos da comunicação do governo Federal, e disse que é preciso atingir o transporte coletivo e pessoas dos bairros pobres. “É essa mídia que a gente espera encontrar neste momento. Há até uma ação premonitória de que neste mês de abril a gente possa atingir 5 mil mortos por dia”, lamentou.

De acordo com o senador, nas guerras, as mídias são contagiantes e mexem no coração da pátria criando o sentimento de reconstrução e ajuda. Ele sugeriu que a Secretaria de Comunicação Social do Governo (Secom) trace estratégias com no combate à covid-19.

O Almirante Flávio Viana, concordou com o senador e considera oportuna uma campanha de convocação que traga a população para a união e a uniformização de procedimentos, que segundo ele, é urgente.

A Comissão Temporária Covid-19 aprovou ainda na reunião requerimentos dos senadores Confúcio Moura, com sugestões ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para realização de campanhas publicitárias de conscientização e de prevenção ao coronavírus; e outro, de autoria de Otto Alencar (PSD-BA), requerendo ao presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informações sobre os motivos pela não liberação de uso da vacina Sputnik V.

Foto: Agencia Senado

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não pode ser publicado.